domingo, 26 de setembro de 2010

Futebol e Arte



Antigamente quando os melhores jogadores faziam filas de dribles nos melhores gramados dos Países, os amantes do futebol admiravam os grandes craques como Franz Beckenbauer, Michel Platini, Pelé, Maradona e grandes outras estrelas no mundo do futebol.


















As pessoas lotavam os estadios para ver os craques dançando em cima dos adversários e comentavam isso é igual à assistir um concerto clássico ou um evento maior. Assim veio o tempo e surgiram cada vez mais craques como Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho, Robinho, Kaká, Méssi e muitos outros.Destaque:(pelé e eu)

Porém, o mundo do futebol está cada vez mais dinâmico e mais Rico, onde às pessoas pagam um preço alto para ver um bom futebol. Portanto deveríamos olhar mais pelos ídolos dos gramados que fazem grandes espetáculos quando estão nos palcos da alegria levando a felicidade ao torcedor. quem não gosta de ver Neymar, Paulo Henrique Ganso e grandes jogadores de outros países desfilando em gramados com alegria.

É más infelismente os grandes presidentes e diretores de clubes fazem vistas grossas ao não observar que jogadores sofrem muitas lesões por jogadas desleais de jogadores menos favorecidos com habilidades, talvez muitas vezes por despeito por não serem cráques. Árbitros mal intencionados sempre teve,... más agora que estão indo para à cadeia, no mínimo estão pensando melhor no trabalho.

Gostaria de acrescentar que ultimamente tive observado algumas fratúras no futebol que são provocadas por desleixo de arbitros que não sabem, ou não querem fazer valer um bom espetáculo. Nos gramádos europeus os árbitros deixam o jogo correr, por isso hà muitas lesões encaminhadas, já que a regra que se aplica lá, é como se fosse de uma corrida de cavalos, não respeitando muito o limite do jogador.

Gostaria muito de ver um dia às régras da arbitragem sendo mudadas no quesito de prevalecer à integridade física do atléta. Régras aquélas ao qual não deveriam jogadores em hipóteses alguma levárem perigos fisicos aos adversários de campo, assim como não levam no futebol de salão.

A regra diz: "pé alto", "jogo perigoso", más, jogador dá um carrinho frontal, lateral ou posterior, árbitros não marcam falta devido o opressor atingir primeiro a bola, e se esquecem que em segundo vem a perna do adversário.

Uma jogada roubada de bola com o tradicional (carrinho) deveria ser crime, ao qual o jogador deitado leva perigo iminente com "pé alto",... jogo perigoso e ecesso de força em demasia com velocidade, levando a tráuma físico e até mesmo psicológico ao atléta. Veja uma jogada criminosa de Martin Taylor zagueiro do Birmingham Cyti. Click no link do atléta bras. Eduardo da Silva (Arsenal)Inglaterra.


Quer ver às piores lesões, Click Aqui.

Más o futebol não é só violencia; Click em